Se você tem um cartão de crédito e ama viajar já deveria ter começado a acumular milhas para trocar por bilhetes aéreos e voar de graça.

Muita gente ainda tem resistência quanto à programas de milhagens imaginando que é preciso gastar fortunas no cartão de crédito para trocar por uma quantidade de pontos relevante para conseguir realizar uma viagem com milhas. Mas acredite. Isso não é verdade!

É claro que é necessário uma boa quantia de milhas acumuladas, mas se você souber o momento certo de transferir as milhas de seu cartão para o programa de milhagens escolhido você pode chegar até a multiplicar por dois seu acúmulo de pontos. Como fazer isso? Vou explicar. Mas primeiro, vamos falar um pouco sobre o que é um programa de milhagem, as principais redes, parceiros, como funciona.

Os Principais programas de milhagens e como funciona

Os principais programas de milhagem atualmente no mercado brasileiro são:

Multiplus – Latam

Smiles – Gol

Tudo Azul – Azul Linhas aéreas

Amigo – Avianca

Primeiro você deve escolher o programa que tenha uma rede de parceiros com os quais você tenha uma relação de consumo. Por exemplo. Parte dos hotéis que reservo quando viajo, faço por intermédio do Booking.com. Esta plataforma é parceira do Programa Multiplus e oferece um número de pontos específico para cada estadia realizada em hotéis reservados através da plataforma. Para mim é um excelente negócio, porque além de ganhar os pontos relativos à reserva do hotel que pago sempre com o cartão de crédito, ainda recebo os pontos da reserva pelo o booking.com.

Isso só para dar um exemplo. Porque no meu caso ainda compro em lojas parceiras que às vezes tem promoções de até 5 vezes o número de pontos para cada real pago, como já foi o caso da Natura e do Ponto Frio. Também tenho o programa de milhagem do posto de combustível Ipiranga que reverte para o Multiplus. Enfim. Há muitos parceiros e oportunidades. Basta ficar atento e escolher um programa de milhagens que tenha os parceiros que você consome.

Como Acumular Milhas?

Antigamente só se acumulava milhas aéreas voando. Hoje a realidade é outra e uma boa quantidade de milhas aéreas podem ser acumuladas simplesmente todos os dias, começando pelo uso do cartão de crédito. E é dele que vamos falar neste post.

Para o viajante frequente um cartão que acumule milhas já não é mais uma opção. É uma obrigatoriedade. Você precisa checar se seu cartão de crédito faz parte de algum programa de milhagens. Se não fizer é essencial que adquira outro cartão. Mas fique tranquilo pois a maioria dos bancos possuem bons cartões de crédito participantes dos programas de milhagens.

Quantos pontos é possível acumular?

A maioria dos cartões paga 1 ponto para cada dólar. Isso significa que ao fazer uma compra com o cartão de crédito, independente da moeda do país da compra, a pontuação será de acordo com a cotação do dólar no dia do fechamento da fatura. Então não ache que se pagar R$ 5000 em uma fatura de cartão de crédito ganhará imediatamente 5000 pontos. Receberá sim os pontos relativos ao valor em dólar correspondente. Por exemplo. Suponhamos que sua fatura de R$ 5000 reais fechou hoje, dia 18/09/2017. Suponhamos que o dólar comercial tenha fechado em 3,13. Sua fatura de R$ 5000 reais seria equivalente a 1598 pontos.

Como Viajar de graça com milhas

Alguns cartões pagam mais que 2 pontos para cada dólar gasto. Normalmente estes cartões não são acessíveis para a grande maioria dos consumidores, já que requerem contas correntes com grandes aplicações financeiras ou no mínimo um relacionamento especial com o banco. É o caso dos cartões tipo Mastercard Black, Visa Infinite ou Elo Nanquim por exemplo. De todo modo, cartões com excelente vantagens como os Visa e MasterCard Platinum ou Elo Grafitte em alguns bancos oferecem entre 1.6 até 1.8 por dólar gasto, o que é uma vantagem e tanto para quem faz tudo com o cartão de crédito.

O fato é que independentemente de ser 2, 1.8 ou 1 pagos por dólar, se souber a hora de fazer a transferência dos pontos, você pode ganhar até o dobro de pontos que acumulou no cartão. E essa dica é valiosa. Como isso é feito?

Quando transferir os pontos do cartão para o programa de milhagens.

Os pontos acumulados em alguns cartões não expiram nunca, mas a maioria dos cartões tem seus pontos expirados em 2 anos. Isso significa que você tem até dois anos antes de transferir os pontos para o programa de milhagens. Isso pode ser muito bom para quem gasta menos no cartão, ou para aqueles que preferem esperar boas promoções para fechar uma viagem. Mas a maior vantagem disso ao meu ver é a possibilidade de ganhar algo que pode variar de 20 a 100 % a mais de bônus em pontos nas promoções de transferência de pontos.

A maioria dos programas de milhagens de tempos em tempos faz essas promoções de transferência de pontos. Após se inscrever em um programa de milhagem como o Multiplus, Smiles, Tudo Azul ou Amigo, você passará a receber e-mails de marketing valiosos. Não bloqueie estes e-mails, pois serão eles que farão uma grande diferença para encontrar o momento certo de transferir os seus pontos.

Bônus valiosos

Na imagem abaixo peguei para ilustrar uma promoção recente do Programa Tudo Azul que dá 80% de bônus para quem fizer a transferência dos pontos até a data limite (no caso esta promoção é somente para participantes com cartões do Banco do Brasil). Imagine como pode ser bom você acumular no seu cartão de crédito 50.000 pontos, por exemplo, e ao transferir estes pontos para o programa de milhagens ganhar até 80% a mais em pontos bônus? No exemplo em questão seriam mais 40.000 pontos bônus. Não é demais?

Como Viajar de Graça com Milhas

Essa é uma das grandes vantagens destes programas de milhagens. É muito interessante por ser acessível e vantajosa também para quem tem gasto reduzido no cartão de crédito. É possível acumular milhas durante 1 ano ou mais, até aparecer uma boa promoção de transferência de pontos e aí conseguir dobrar seus pontos por exemplo.

Não se esqueça das regras de transferência de pontos dos cartões

É importante lembrar também de verificar as regras de transferência de pontos dos cartões de crédito. Alguns cartões limitam a quantidade de pontos a serem transferidos, o que pode ser um empecilho para muitos consumidores viajantes. Se tiver como optar por cartões de crédito com limites de transferência de pontos inferior a 20.000 pontos seria o ideal. Mas atualmente os limites têm variado muito entre 10.000 e 20.000 pontos para transferir. De vez em quando no entanto, aparecem oportunidades de transferir menos pontos, como no limite de 1000 do exemplo que mostrei acima.

O ideal é sempre avaliar o que vale mais a pena levando em conta seus planos para a próxima viagem como por exemplo quantos pontos precisa no total, quanto tempo ainda pode acumular. Ás vezes é melhor esperar mais para transferir em outra oportunidade mesmo que a percentagem bônus ganhos seja inferior. Uma quantidade maior de pontos pode angariar muito mais pontos bônus na conta final.

Aproveite então as vantagens de seu cartão de crédito de maneira inteligente e viagem muito.

 

Nos vemos pelo mundo

Lu Leal