O voo de helicóptero sobre o Vulcão Kilauea no Havaí, mais precisamente na Big Island (ou Ilha do Havaí) foi uma das maiores emoções de minha vida.

Voo de Helicóptero Sobre o Vulcão Kilauea no Havaí

Foto tirada do Helicóptero sobrevoando o vulcão Kilauea.

Onde Comprar o Passeio

Comprei o passeio pela “bagatela” de $ 280 dolares. Sim, é caro. Mas às vezes não há como fugir de pagar um pouco mais para ter algumas memórias inesquecíveis. Fazer um voo de helicóptero sobre o vulcão Kilauea no Havaí, já era um sonho antigo. Voar em helicóptero aberto então foi uma sensação indescritível. Apesar do frio lá de cima, a impressão que você tem é que vai sentir o calor do vulcão de tão perto que está. E quando o Helicóptero faz a curva, parece mesmo que vamos cair sobre o vulcão.

Cratera do Vulcão Kilauea

Cratera do Vulcão Kilauea

Comprei o passeio com a Paradise Helicopters em Hilo. Na verdade não fiz nenhuma pesquisa de preços para este passeio. Comprei ainda em Honolulu, com o concierge do hotel que me hospedei.  Creio que não haja dificuldade em reservar diretamente com a empresa. Deve inclusive sair mais barato. Há também uma outra empresa – fica uma do lado desta – que faz o voo tanto no helicóptero aberto quanto no fechado. É a Safari Helicopters. Como fechei tudo no hotel, nem cheguei a ver o preço do passeio nesta outra empresa. Mas indico a vocês que verifiquem o preço nas duas. Elas estão na área de desembarque do Aeroporto de Hilo. É possível contratar lá na hora mesmo.

Voo de Helicóptero Sobre o Vulcão Kilauea no Havaí

Helicóptero aberto no qual fiz o voo sobre o Kilauea.

Helicóptero Aberto

Escolhi o helicóptero aberto em razão de estar buscando um pouquinho mais de aventura mesmo. É muito emocionante sobrevoar o vulcão e sentir o calor dos gazes, o vento batendo na cara… Dá até um medinho saudável. Uma aventura para nunca mais esquecer!

Voo de Helicóptero Sobre o Vulcão Kilauea no Havaí

Foto após o passeio.

Se optar pelo helicóptero aberto tenha em mente que precisa estar bem agasalhada por que é realmente frio lá em cima. Não é permitido subir com bolsa então o ideal é ter uma capa daquelas de plástico para o celular ficar pendurado ao pescoço (eles vendem lá por $15 dólares. Caríssimo). Além é claro, não esquecer de levar sua câmera fotográfica.

Nada pode ficar solto na mão pelo risco de cair. E cairia mesmo! Mesmo com tudo pendurado no pescoço, a primeira reação que temos quando o helicóptero faz a curva é de nos segurarmos no que vemos pela frente. É claro que estamos completamente presas pelo sinto de segurança. Mas não adianta. É instintivo! Imagine se estivesse segurando alguma coisa nessa hora? Bye bye câmera.

Fiz um vídeo simples só para vocês terem uma ideia do que vi por lá.

Dá uma olhada aqui.

Se quiser saber mais sobre o Hawaii veja os outros posts que preparei sobre este lugar incrível.

Ainda na Big Island fiz um passeio inesquecível no Mauna Kea, outro vulcão do Hawaii. Só que este inativo. Leia mais no post Havaí. Do mar às Estrela.